Quinta-Feira, 23 Novembro de 2017 RSS
 
Página inicial Mapa do Portal Contacte-nos
SIG Caminha

Galeria de Fotos

Galeria de Vídeos

biblioteca

 
 
Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Protocolos assinados hoje entre Câmara, Agrupamento de Escolas Sidónio Sais, SC Caminhense e Nautiminho
AULAS DE REMO, SUP E CANOAGEM NAS ESCOLAS DO CONCELHO
AULAS DE REMO, SUP E CANOAGEM NAS ESCOLAS DO CONCELHO
Imprimir Enviar Partilhar
AULAS DE REMO, SUP E CANOAGEM NAS ESCOLAS DO CONCELHO
Política | 2017-09-08

O ano letivo 2017/2018 começa com novidades em matéria de desporto. Os alunos do 2º e 3º ciclos do Agrupamento de Escolas Sidónio Pais vão ter nas aulas de Educação Física, pela primeira vez, as modalidades de SUP (Stand Up Paddle) e Canoagem. O Surf vai também, brevemente, ser uma realidade. A notícia foi avançada esta manhã por Miguel Alves, durante a cerimónia de assinatura de dois protocolos, celebrados entre a Câmara Municipal de Caminha, Agrupamento de Escolas Sidónio Pais, Nautiminho e Sporting Club Caminhense (SCC).


“Podemos dizer que vamos levar o Remo, o Satnd Up Paddle e a Canoagem às escolas. Podemos dizer que vamos levar às escolas os três rios do concelho. Estamos já a trabalhar para podermos levar o Surf às escolas também. Em breve teremos novidades”, garantiu o presidente.


Sobre a aposta no desenvolvimento da náutica no concelho, o edil caminhense declarou ainda: “isto vai colocar o concelho de Caminha na vanguarda. Na vanguarda da prática desportiva no futuro e, hoje, na vanguarda daquilo que é a especial ligação do desporto, da comunidade e da escola. Hoje podemos ter os nossos meninos aquilo que faz parte da nossa história, que faz parte das nossas condições e honra aquilo que deve ser o trabalho dos políticos e dos responsáveis que estão à frente das instituições do concelho”.
A cerimónia de assinatura dos protocolos decorreu hoje nos Paços do Concelho. O protocolo para desenvolvimento das modalidades SUP e Canoagem no concelho de Caminha foi assinado por Miguel Alves, presidente da Câmara Municipal de Caminha, Maria Esteves, diretora do Agrupamento Sidónio Pais e Pedro Machado, presidente da Nautiminho.


Por sua vez, o protocolo para desenvolvimento da modalidade Remo no concelho foi assinado por Miguel Alves, Maria Esteves e Pedro Fernandes, presidente do SCC.

Valorização das camadas jovens

Miguel Alves realçou que os protocolos esta manhã assinados “inserem-se numa estratégia de valorização das camadas mais jovens da nossa comunidade, que não está dissociada de outros projetos educativos, do apoio escolar, do transporte escolar, das refeições escolares, mas é também um apoio dado à nossa comunidade, dando como exemplo o projeto ‘Caminha sabe Nadar’, que tem levado mais de 400 meninos a aprender a nadar”.


Sobre o desenvolvimento do Stand Up Paddle e da canoagem, Miguel Alves rematou: “este protocolo vai mais longe que o Remo, servirá para colocar os nossos meninos a experimentar o Stand Up Paddle e a Canoagem no rio Âncora. Este é um protocolo que chega aos três rios do nosso concelho, uma oferta que é particularmente importante”.

Um anseio antigo do Agrupamento

Maria Esteves também destacou a importância destes protocolos para o Agrupamento: “Os desportos náuticos eram aqueles que não tínhamos em prática desportiva, porque o Agrupamento não tinha e não tem as condições necessárias. Só é possível com a colaboração da Câmara Municipal. Sempre foi um anseio da escola que a prática da Natação e do Remo fossem incentivadas, para podermos dar aos miúdos as condições necessárias ao desenvolvimento físico e lúdico, para podermos criar neles o gosto pela modalidade, para que continuem tradição que Caminha tem. Obrigada pela possibilidade e pela formação mais integral dos nossos alunos”.

A diretora do Agrupamento de Escolas referiu que até o Ministério da Educação e do Desporto reconheceu a importância da prática desta modalidade desportiva: “Caminha é dentrodo distrito de Viana do Castelo a única escola a quem foi atribuído um centro desportivo de remo”.


Pedro Machado é da opinião que os protocolos hoje assinados vão permitir “aos jovens experimentar várias atividades ligadas com a náutica. Este é um projeto bastante alargado, que queremos levar desde os mais pequenos aos jovens de 12, 14 anos”.


Pedro Fernandes realçou a importância do momento: “este é um momento importante para o SCC, para a comunidade e para o nosso concelho, pois vamos alavancar ainda mais a náutica no concelho”. O presidente do clube referiu também as necessidades: “o SCC precisa de mais equipamento para dar apoio a estes alunos e precisa de uma instalação capaz e viva para albergar um clube desta dimensão e projetar ainda mais o nome de Caminha”.

Novas soluções para o SCC

Câmara está a trabalhar para renovar equipamento e infraestruturas do SCC


Sobre o Remo, a implementar pelo 3º ano, o autarca sublinhou: “tem sido uma experiência muito positiva. Potencia a modalidade que está no sangue do concelho de Caminha e potencia o futuro do Sporting Club Caminhense”.


Sobre o futuro do clube, Miguel Alves referiu “Este clube futuramente precisa de pessoas, mas também precisa de infraestruturas. Estamos a trabalhar em conjunto para encontrar soluções para a modernização do equipamento a curto prazo, e para as instalações que hoje têm alguns problemas estruturais”.


O presidente garantiu que já existe um projeto: “existe já uma vontade de podermos tornar esse projeto uma realidade. Existem neste momento conversações com as autoridades marítimas para que aqueles terrenos possam ser de uso público e fechado esse ciclo de negociações é nossa vontade podermos criar à porta norte de Caminha uma nova estrutura, um novo equipamento, que honre o passado, mas que, sobretudo, trabalhe para o futuro. Existe este compromisso de trabalho. É isto que estamos a tentar fazer”.

Os protocolos ao pormenor

Relativamente ao protocolo para o desenvolvimento das modalidades SUP e Canoagem, a Nautiminho compromete-se a apoiar com um técnico devidamente preparado nas modalidades de SUP e Canoagem, durante quatro tempos de 90 minutos, as aulas de Educação Física, consideradas no âmbito deste protocolo. Vai ainda assegurar o enquadramento espacial e material, bem como a formação da componente técnica específica da modalidade.


A Câmara Municipal de Caminha compromete-se a: apoiar com um monitor/técnico devidamente preparado nas modalidades de SUP e Canoagem, no total de quatro tempos de 90 minutos por turma, as aulas de Educação Física, consideradas no âmbito deste protocolo.


O Agrupamento de Escolas Sidónio Pais compromete-se a: permitir a frequência das turmas de segundo e terceiro ciclo no total de quatro tempos de 90 minutos por turma, sendo estas devidamente acompanhadas pelo respetivo professor de Educação Física, até às instalações náuticas da Nautiminho. No caso da Escola Sidónio Pais; permitir a frequência das turmas de segundo e terceiro ciclo no total de quatro tempos de 90 minutos por turma, sendo estas devidamente acompanhadas pelo respetivo professor de Educação Física, até à margem do Rio Âncora. No caso da Escola do Vale do Âncora; ministrar aulas de SUP e Canoagem às turmas do quinto ao nono ano de escolaridade, durante quatro tempos de 90 minutos, por turma; assegurar que qualquer acidente que os seus alunos possam sofrer em consequência de prática das aulas de SUP e Canoagem anteriormente mencionadas, se encontre coberto pelo Seguro Escolar e, ainda, a apoiar o técnico da Nautiminho durante o período de formação.


No âmbito das aulas de Remo, e segundo o protocolo assinado, o Sporting Club Caminhense compromete-se a apoiar com um técnico devidamente preparado na modalidade de Remo durante quatro tempos de 90 minutos, por turma, as aulas de Educação Física, consideradas no âmbito deste protocolo e a assegurar o enquadramento espacial e material adequado, bem como a formação da componente técnica específica da modalidade.


A Câmara Municipal de Caminha compromete-se a apoiar com um monitor/técnico devidamente preparado na modalidade de Remo durante quatro tempos de 90 minutos, as aulas de Educação Física, consideradas no âmbito deste protocolo e, ainda, a transportar os alunos do Agrupamento durante quatro tempos de 90 minutos por turma, nas viagens de ida e volta, para o posto náutico do Sporting Club Caminhense a partir das duas escolas, para participarem nas aulas de Remo.


O Agrupamento de Escolas Sidónio Pais compromete-se a permitir a frequência das turmas de segundo e terceiro ciclos durante quatro tempos de 90 minutos, sendo estas devidamente acompanhadas pelo respetivo professor de Educação Física, até às instalações náuticas do Sporting Club Caminhese; a ministrar aulas de Remo às turmas do quinto ao nono ano de escolaridade, durante quatro blocos de 90 minutos; assegurar que qualquer acidente que os seus alunos possam sofrer em consequência de prática das aulas de Remo anteriormente mencionadas, se encontre coberto pelo Seguro Escolar e, ainda, a apoiar o técnico do Sporting Club Caminhense durante o período de formação.

 
Notícias da mesma categoria
CASA CHEIA NA APRESENTAÇÃO DOS PLANOS DO MUNICÍPIO PARA O CENTRO HISTÓRICO DE CAMINHA
2017-11-23
CÂMARA VAI APRESENTAR PUBLICAMENTE O PLANO ESTRATÉGICO DE REABILITAÇÃO URBANA PARA AS ÁREAS DE CAMINHA E VILA PRAIA DE ÂNCORA
2017-11-20
REUNIÕES DESCENTRALIZADAS COMEÇAM ESTE MÊS NA FREGUESIA DE ARGA
2017-11-16
AUTARCAS DOS CONCELHOS RIBEIRINHOS DO MINHO ASSINARAM ATAS ANUAIS DE RECONHECIMENTO DE FRONTEIRA A BORDO DO N.R.P. RIO MINHO
2017-11-15
EXECUTIVO CAMINHENSE REÚNE QUARTA-FEIRA
2017-11-14
 
 
mais notícias »
 
Vídeo em destaque
Mais Vídeos
 
Calendário
Agenda cultural
CAMINHO DA LEITURA
2017-11-11 até 2017-12-02
CAMPANHA LAÇOS DE NATAL
2017-11-13 até 2017-11-30
CONCERTO DE GABI BUARQUE
2017-11-25
Newsletters e SMS's

Newsletter

Água e Saneamento
Agua

Município na rede

facebook youtube  Twitter

Município de Caminha-2009, Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade e Segurança | Ficha Técnica
Valimar P.O.C. Valimar