Terça-Feira, 16 Janeiro de 2018 RSS
 
Página inicial Mapa do Portal Contacte-nos
SIG Caminha

Galeria de Fotos

Galeria de Vídeos

biblioteca

 
 
Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Rancho Folclórico de Seixas

O Rancho Folclórico de Seixas foi fundado a 21 de março de 1977 e está filiado na Federação do Folclore Português.

Foi no espírito de reativar as velhas tradições folclóricas que o Centro de Bem - Estar Social de Seixas - Instituição Particular de Solidariedade Social, de que faz parte, se propôs a fundar este Rancho.
No Trajar feminino destacam-se os trajes de Mordoma, de Vianesa, de Dó, de Dem, de Serra d'Arga, do Vale do Âncora e de trabalho, os trajes masculinos compõem-se pelos Maraus, vestimenta utilizada por todos os homens do grupo.

O Rancho Folclórico de Seixas conta atualmente com mais de 850 atuações, tendo atuado em todas as regiões do continente, e também no estrangeiro, nomeadamente em Espanha, França, Bélgica e Suíça.
Já foram premiados com alguns prémios e com a medalha da cidade francesa de Pontault-Combault.

 

 

Notícias da mesma categoria
DESFILE DE CARNAVAL NOTURNO REGRESSA ÀS RUAS DE CAMINHA NO DIA 12 DE FEVEREIRO
2018-01-15
EXPOSIÇÃO RETROSPETIVA 2017 INAUGURA AMANHÃ NO MUSEU MUNICIPAL DE CAMINHA
2018-01-12
REMEMBER QUEEN EM CAMINHA NA NOITE DE FIM DE ANO
2017-12-28
ARGELA ACOLHE PRIMEIRO CONCERTO DE NATAL
2017-12-13
MUNICÍPIO PROMOVE WORKSHOP DE DECORAÇÃO DE NATAL
2017-12-12
 
 
 
Vídeo em destaque
Mais Vídeos
 
Calendário
Agenda cultural
Exposição: CORPORAÇÃO DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DE VILA PRAIA DE ÂNCORA
2018-01-07 até 2018-02-10
EXPOSIÇÃO RETROSPETIVA 2017
2018-01-13 até 2018-03-25
CAMPANHA “RAPA PRATOS”
2018-01-15 até 2018-01-19
LAMPREIA DO RIO MINHO – UM PRATO DE EXCELÊNCIA
2018-01-15 até 2018-04-15
Newsletters e SMS's

Newsletter

Água e Saneamento
Agua

Município na rede

facebook youtube  Twitter

Município de Caminha-2009, Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade e Segurança | Ficha Técnica
Valimar P.O.C. Valimar