Terça-Feira, 27 Junho de 2017 RSS
 
Página inicial Mapa do Portal Contacte-nos
SIG Caminha

Galeria de Fotos

Galeria de Vídeos

biblioteca

 
 
Para visualizar as imagens rotativas tem que instalar o leitor de flash, clique aqui.
Cemitério Municipal
Cemitério Municipal de Caminha

CAMINHA- ESTABELECIMENTO DOS CEMITÉRIOS NO CONCELHO

"Não obstante a circular do Governo Civil de 30 de abril de 1835 ordenasse a imediata construção de cemitérios para enterramento dos mortos (até então sepultados nos adros, senão mesmo dentro das igrejas), só a 3 março de 1841 o Administrador do Concelho enviará ao Governador Civil informação de que a Camara Municipal escolheu para a construção do Cemitério, parte da cerca do extinto Convento de Santo António desta Villa e requisitou às Cortes a concessão do sobredito terreno que as mesmas graciosamente lhe concederão.

A 20 de fevereiro de 1853 será arrematada a obra do accréscimo de treze braças de parede no muro do cemitério público desta Vila, o que indicia ter sido anterior o início da obra. 

Apesar de tudo, será a epidemia de cólera que grassa por esses anos a precipitar o pleno estabelecimento deste espaço cemiterial.

A 12 de outubro de 1855 e com caráter de urgência, comunicará o Governador Civil ao Administrador do Concelho que, passadas vinte e quatro horas, ficariam proibidos os enterramentos em outro local que não fosse o cemitério publico, intimando para se prover para que o dito cemitério fosse logo preparado e benzido.

José António Gavinha, falecido com cólera, marcará, no dia 14 de outubro de 1855, o primeiro enterramento no cemitério de Caminha. 

Na sessão de Câmara de 11 de outubro de 1856 será aprovado por unanimidade o Regulamento do Cemitério, nele se prevendo a futura ampliação do recinto, passados cinco anos.

Só passados mais de vinte anos se dará inicio à construção dos cemitérios nas freguesias, assinalando-se a iniciativa em Argela, com cemitério situado no local denominado Alto do Outeiro, próximo do adro da Egreja Parochial, datando o primeiro enterramento de 16 de julho de 1879.

A maior parte dos demais serão construídos na década de oitenta - por força, quiçá, da varíola perniciosa que então grassava, para além de novo surto de cólera - sendo que em casos extremos, como Orbacem, em 1899 ainda os enterramentos serão feitos no adro".

Este texto é um extrato do trabalho sobre os Cemitérios do Concelho, que está a ser elaborado na DGUP- GPU.


Horário de funcionamento:

Segunda-feira a domingo:

Setembro a maio: 7h30 - 18h00

Junho a agosto: 7h30 -19h00



Contactos:

Câmara Municipal de Caminha - 258710300

Funcionário do Cemitério - 912226481


Regulamentos e taxas

Regulamento_do_Cemiterio_Municipal_do_concelho_de_Caminha.pdf


Requerimentos

004_Cemiterios.pdf

019_REQUERIMENTO_PARA_INUMACAO_OU_CREMACAO.pdf



Notícias da mesma categoria
SERRA D’ARGA ACOLHE PERCURSO INTERPRETATIVO 'ZONAS HÚMIDAS DA SERRA D'ARGA'
2017-06-12
ADJUDICADA INTERVENÇÃO NO CAIS DOS PESCADORES E FRENTE RIBEIRINHA DE CAMINHA
2017-06-12
“PROJETO BORRELHO-DE-COLEIRA-INTERROMPIDA” EM DEBATE EM CAMINHA
2017-05-22
CÂMARA VAI ASSINALAR O DIA INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE COM EXPOSIÇÃO E WORKSHOP SOBRE PLANTAS SILVESTRES
2017-05-16
FERRY BOAT RETOMA TRAVESSIAS A PARTIR DA MANHÃ DE SÁBADO
2017-04-07
 
 
 
Vídeo em destaque
Mais Vídeos
 
Calendário
Agenda cultural
WALTER HIDALGO & ATLÂNTIDA GUITAR TRIO
2017-06-09
ESTREIA "AUTO DA ÍNDIA"
2017-06-09
COMEMORAÇÕES DO DIA DE PORTUGAL
2017-06-10
MÃOS D'ARTE
2017-06-10 até 2017-06-11
"AUTO DA ÍNDIA"
2017-06-10
Newsletters e SMS's

Newsletter

Água e Saneamento
Agua

Município na rede

facebook youtube  Twitter

Município de Caminha-2009, Todos os Direitos Reservados | Política de Privacidade e Segurança | Ficha Técnica
Valimar P.O.C. Valimar