Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

Câmara de Caminha garante inclusão de meio milhão de euros na empreitada geral consignada em Valença na presença do Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques

Câmara de Caminha garante inclusão de meio milhão de euros na empreitada geral consignada em Vale...
Travessa do Teatro - Vila Praia de Âncora
Travessa do Teatro - Vila Praia de Âncora
Travessa do Teatro - Vila Praia de Âncora
29 Julho 2018

Tal como anunciado pela Câmara Municipal de Caminha há cerca de um ano, a consignação da obra de modernização da Linha do Minho entre Viana do Castelo e Valença permitirá avançar com a realização da obra da passagem desnivelada da Travessa do Teatro em Vila Praia de Âncora. De acordo com o que foi explicado pelo Vice-Presidente da Infraestruturas de Portugal, na obra consignada em Valença, no passado dia 27 de julho, está incluída a reivindicação do Presidente da Câmara Municipal de Caminha para concretização de uma passagem desnivelado naquela que foi conhecida com a Passagem do Zorro, em Vila Praia de Âncora.

A empreitada geral, que se inicia imediatamente, tem um investimento global superior a 100 milhões de euros cofinanciado por fundos comunitários e vai permitir a eletrificação de toda a Linha do Minho desde Viana do Castelo até à fronteira com Espanha. O concelho de Caminha, para além da eletrificação de toda a sua linha, vai ter a esperada obra da Travessa do Teatro, a impermeabilização do túnel de Caminha, o rebaixamento da linha em alguns locais como os túneis de Seixas e uma complexa intervenção na ponte sobre o Coura de modo a permitir a implementação da catenária. Para Miguel Alves, “este é mais um passo, embora decisivo, para que se cumpra mais um compromisso assumido junto da população de Vila Praia de Âncora. Ainda não terminou, mas depois de tantos que prometeram, depois de tantos cortes de relações, depois de tantos impossíveis, o financiamento para a passagem desnivelada da Travessa do Teatro está garantido e a obra já arrancou. Com serenidade e apesar dos que não acreditavam, estamos a cumprir, sempre estivemos.”

A obra de eletrificação da linha até Valença tem o prazo de 22 meses a contar de agora. No âmbito do planeamento global efetuado, prevê-se que a obra específica na Travessa do Teatro possa iniciar-se em 2019.