Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Instagram
  • RSS feed

Avançam obras em Seixas e Venade resolvendo problemas causados pelas intempéries

Avançam obras em Seixas e Venade resolvendo problemas causados pelas intempéries
cmcaminha_1180601
cmcaminha_1180688
23 Fevereiro 2024

A Câmara Municipal de Caminha está a avançar com intervenções em múltiplos pontos do concelho, resolvendo vários problemas causados pelos temporais de 2023, que castigaram fortemente o território de Caminha. Mais uma empreitada, que contempla trabalhos em duas freguesias, foi iniciada há dias, a “Reabilitação do troço sul da Rua Alfredo Cruz, em Seixas, e de troço na Rua do Socorro, em Venade”. O investimento ultrapassa os 72 mil euros.

Resolvidos os problemas mais prementes e imediatos, subsistem ainda vários pontos do concelho afetados pelo temporal, que provocou estragos de mais de 13 milhões de euros. Vencida a parte burocrática, foi possível avançar com mais uma obra, cujo valor global de adjudicação é de 72.398,00 € (valor financiado da empreitada com IVA (60%): 43.438,80 €). O prazo de execução previsto é de 60 dias e o Presidente da Câmara, Rui Lages, esteve no terreno para se inteirar de outros pormenores dos trabalhos.

A intervenção no troço da Rua Alfredo Cruz, em Seixas, passará essencialmente pela desobstrução da linha de água existente sob o mesmo, e pela execução de um novo muro de suporte do estacionamento contiguo à linha de água que se apresenta em perigo de derrocada, bem como, pela repavimentação deste troço de arruamento em betuminoso, dado o anterior ter sido literalmente arrancado e arrastado pelas águas que galgaram a linha de água e circularam perpendicularmente a faixa de rodagem.

Assim, prevê-se executar o referido muro de suporte, bem como, nova fundação do arruamento no troço desmoronado, que incluirá o envolvimento das infraestruturas existentes, sendo que, finalmente terá que ser repavimentada a zona intervencionada, com pavimento betuminoso.

A obra a executar no troço da Rua do Socorro, passará essencialmente pela reposição da conjuntura anteriormente existente, designadamente, construção de um muro em betão ciclópico na zona desmoronada e que efetua o suporte à Rua do Socorro, que alinhará pelo limite sul do restante arruamento existente a nascente. A presente intervenção contempla também a reposição das infraestruturas existentes, nomeadamente abastecimento de água, drenagem de águas residuais, telecomunicações e elétricas, e ainda a formação da base do arruamento e a sua pavimentação em condições idênticas á do restante arruamento afetado, designadamente em betuminoso.