Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

Obras na Sandia - Vila Praia de Âncora arrancam a 5 de novembro

Obras na Sandia - Vila Praia de Âncora arrancam a 5 de novembro
31 Outubro 2018

A intervenção estrutural na zona da Sandia, em Vila Praia de Âncora, arranca dentro de menos de uma semana, a 5 de novembro, e deverá prolongar-se por cerca de um ano. Trata-se de um investimento de larga escala, orçado em mais de 1,2 milhões de euros, que permitirá requalificar um espaço amplo da Vila e resolver questões de escoamento de águas pluviais. Para o presidente da Câmara, “esta é a obra de requalificação urbana, em zona residencial, mais importante dos últimos anos, quer em Vila Praia de Âncora, quer no concelho de Caminha. Estamos a falar de uma zona importante de Vila Praia de Âncora que cresceu sem planeamento e que apresenta graves problemas de infraestruturas e de ordenamento de trânsito automóvel e pedonal”.
Trata-se de uma obra desejada por todos ancorenses, em especial pelos moradores da zona da Sandia, tendo sido uma intervenção amplamente participada e que teve em atenção as preocupações da população, que se arrastavam há longos anos. A obra em causa custará 1.220.113,30€.
A área inserida no projeto, designado “Ação de Reabilitação Urbana – Sandia – Rede Viária e Espaço Público, Acessibilidade a Pessoas com Mobilidade Reduzida” compreende as ruas Luís de Camões, Sandia, António Aleixo, Vista Alegre (desde o topo Norte até ao entroncamento com a Rua António Aleixo), Eça de Queirós, Gontinhães (desde o topo Norte até ao entroncamento com a Trav. 5 de Outubro) e Rua Júlio Dinis (desde o entroncamento com a Rua da Vista Alegre até ao entroncamento com Rua Eça de Queirós).
Serão contempladas redes hidráulicas de Águas Pluviais nas ruas: Luis de Camões, Sandia, António Aleixo e Gontinhães. Prevê-se a reformulação das redes de drenagem de Águas Residuais Domésticas nas ruas Luís de Camões, António Aleixo e Vista Alegre.
Prevê-se também a construção da passagem pedonal e clicável erguida sob a EN 13, para ligar a Rua 25 de Abril e a Póvoa ao centro da vila, através da Rua Luís de Camões.
Os trabalhos têm a duração prevista de 360 dias e visam promover a melhoria do ambiente urbano e do espaço público, através da melhoria do mobiliário urbano, da pavimentação de arruamentos e passeios, condução de águas, da introdução de elementos arbóreos, da eliminação de barreiras arquitetónicas e visuais.
“Batalhamos durante anos para ter esta obra e ela arranca finalmente! As pessoas da Sandia e da Vista Alegre merecem este investimento, há anos que são castigadas com enxurradas de água, são vítimas de inundações, andam em pisos maltratados e correm riscos de atropelamento”, refere Miguel Alves.
Sublinha ainda o presidente que, “estas obras não são tão visíveis como outras que se possam fazer no centro ou na praia, mas são obras que vão resolver problemas de décadas a centenas de pessoas que vivem ou passam férias na zona norte de Vila Praia de Âncora”.
A empreitada é financiada por duas candidaturas denominadas “Rede viária e espaço publico (Sandia)” e “Acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida (Sandia)”, submetidas ao Aviso Planos de Ação de Regeneração Urbano do Programa Operacional Regional do Norte – NORTE2020.