Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

Execução da rede de saneamento em Argela avança a bom ritmo

Saneamento argela  2  1 1024 2500
02 Julho 2018

A execução da rede de saneamento em Argela está a avançar a bom ritmo, conforme foi verificado há dias, durante uma visita de trabalho à freguesia, em que participaram o vereador das Obras Públicas, Rui Lages, e a presidente da Junta, Sandra Ranhada. Trata-se de um investimento superior a meio milhão de euros, que surge no seguimento da intervenção já realizada na rede de abastecimento de água, e noutras áreas fundamentais para a vida da população, como a toponímia e, mais recentemente, a fibra de ótica.

Argela tem vindo a ser alvo de uma série de investimentos de caráter estrutural, como é o caso da rede de saneamento, em curso, que não existia na freguesia. Com efeito, Argela era uma das freguesias mais carenciadas em matéria de infraestruturas e grandes investimentos, alguns deles quase incompreensíveis em pleno século XXI. Era o caso da toponímia, inexistente até há cerca de dois anos, quando as ruas, praças e caminhos da freguesia de Argela abandonaram oficialmente o "anonimato".

A freguesia passou então a contar com 64 ruas e os argelenses atingiram um objetivo antigo. Até aí, as ruas não tinham nomes, nem existiam números de polícia, com todas as dificuldades que se adivinham para a sua população.

Agora dá-se mais um importante passo na melhoria das condições de vida da população, com a instalação da rede de saneamento, cujos trabalhos estão concluídos em quase 50 por cento. Trata-se, como referimos de um investimento superior a meio milhão de euros.

Dotar as freguesias do concelho das infraestruturas necessárias para melhorar a qualidade de vida dos munícipes é uma prioridade para o executivo caminhense. São muitas as obras já efetuadas, como por exemplo: execução da rede de drenagem da Ribeira das Preces, em Moledo; rede de saneamento zona Sul Vila Praia de Âncora, Vile e Riba de Âncora; execução da rede de saneamento da Meia Légua em Moledo; execução da “Infraestrutura em "baixa" do subsistema de Aspra, Viso e Currais - 1.ª fase”, na freguesia de Âncora, entre outras.

Destaque, ainda, para além da Rede de Saneamento de Vilar de Mouros e agora para a execução da rede de saneamento e sistemas de interseção e elevação de Argela, mas também para a rede de saneamento de Aspra, Viso, Currais e Igreja, na freguesia de Âncora (2ª fase), orçada em meio milhão de euros. Estas obras são financiadas pelo POSEUR - Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Recorde-se que a Câmara assegurou, junto do Portugal 2020, financiamento para investimentos de mais de 2,6 milhões de euros, para três freguesias do concelho, com carências substanciais em matéria de saneamento. Foram assim aprovadas as candidaturas para o saneamento de Aspra, Viso, Currais e Igreja, na freguesia de Âncora; rede de saneamento de Vilar de Mouros e rede de saneamento e sistemas de interseção e elevação de Argela.

Entretanto, a Câmara Municipal procedeu já procedeu à renovação da rede de abastecimento em algumas ruas na freguesia de Argela. A rede de abastecimento de água em várias artérias estava obsoleta. As tubagens eram antigas e verificavam-se sucessivas roturas das mesmas, o que provocava frequentes falhas de abastecimento de água aos moradores. Para contornar esta situação, a Câmara de Caminha resolveu proceder à renovação da rede e de ramais domiciliários existentes. Esta intervenção foi executada pelos serviços do município.

Recentemente, foi assinado um protocolo de colaboração para a execução de estudo base “Survey” no território das freguesias de Vilar de Mouros e Argela para implementação de uma rede de comunicações eletrónicas em fibra ótica. Esta fase é assegurada pelas juntas de Freguesia de Vilar de Mouros e Argela, Município de Caminha e DSTelecom.