Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

Execução da Rede de Saneamento em Vilar de Mouros prossegue após realização de sondagens arqueológicas impostas pela DRCN

Execução da Rede de Saneamento em Vilar de Mouros prossegue após realização de sondagens arqueoló...
17 Julho 2019

Os trabalhos de pavimentação e de colocação de tubagem de saneamento, que integram a empreitada da rede de saneamento de Vilar de Mouros, foram retomados, após uma interrupção imposta pela Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) para execução de sondagens arqueológicas. Trata-se de um investimento que ronda os 800 mil euros e que vai garantir a qualidade do serviço prestado às populações e a sustentabilidade dos sistemas.


Esta obra prende-se com a construção das infraestruturas em “Baixa” do Saneamento da Freguesia de Vilar de Mouros, da “EE 01, EE02 e EE03 e conduta elevatória e emissário “em alta” que coletarão as redes em causa, transportando os efluentes até à EE de Lanhelas. Nesta fase, os trabalhos de pavimentação estão a decorrer na zona da Estrada da Ponte.


A execução da Rede de Saneamento da Freguesia de Vilar de Mouros, cuja execução é nesta altura de cerca de dois terços, constitui um investimento financiado pelo POSEUR em 85%, sendo o restante suportado pelo Município de Caminha.


Dotar as freguesias do concelho das infraestruturas necessárias para melhorar a qualidade de vida dos munícipes é uma das apostas do executivo caminhense. Esta é uma obra essencial, mas que tem sofrido algumas vicissitudes. Os trabalhos revelaram-se bastante complexos, sobretudo em virtude da natureza do solo, rochoso e duro, fatores que têm condicionado a progressão da obra. A estes somou-se a necessidade de realizar sondagens arqueológicas, como referimos, por decisão da DRCN, fator já ultrapassado.