Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

No primeiro semestre de 2019, o número de peregrinos registado cresceu 35,7% face ao mesmo período de 2018

Peregrinos 740x493 1 1024 2500
25 Julho 2019

Alemanha lidera com cerca de um terço dos peregrinos registados, seguida de Portugal, Espanha, EUA e Reino Unido

O crescimento do número de peregrinos que seguem para Santiago de Compostela atingiu um valor recorde em Caminha no primeiro semestre de 2019. De acordo com os números recolhidos nos Postos de Turismo de Caminha e Vila Praia de Âncora, registaram-se 3491 peregrinos nos serviços, até ao final do mês de junho, o que constitui uma subida de 35,7% face ao mesmo mês do ano transato.
Estes números confirmam uma tendência de crescimento que se vem acentuando todos os anos. Desde 2016 até agora, o número de peregrinos no primeiro semestre cresceu 163%. Os peregrinos registados tem origem em 53 nacionalidades diferentes, sendo a liderança destacada da Alemanha, com cerca de um terço de todos os peregrinos, seguindo-se Portugal, Espanha, Estados Unidos e Reino Unido. Foram registados no concelho de Caminha peregrinos de latitudes tão distintas como as Filipinas, Taiwan, Namíbia ou Nova Zelândia.
Para o presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, “estes números de crescimento são só um indicador parcial do fenómeno que se tem vivido na linha do Caminho Português da Costa. Nos Postos de Turismo apenas se regista uma pequena parte dos peregrinos que fazem o Caminho, outros registam-se no Albergue. Outros, a maioria, não se registam de todo”.
Para o autarca, “não há dúvida nenhuma quanto ao impacto que o crescimento do Caminho tem tido com o aparecimento de restaurantes especializados no serviço aos peregrinos, com o incremento da ocupação de hotéis, pensões ou alojamento local e até com o crescimento da atividade dos operadores de turismo náutico que fazem a travessia do rio Minho. Tem valido a pena trabalhar com os concelhos do Caminho Português da Costa, o investimento que foi feito na sinalização e valorização do Caminho e o trabalho de divulgação da nossa terra”.
Os dados dos Postos de Turismo foram conhecidos no dia em que a Igreja Católica celebra São Tiago, o Apóstolo, padroeiro da Galiza e referência do Caminho.