Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

Resultados do Exercício Virtual "OIL Spill" serão apresentados em Caminha

Resultados do Exercício Virtual "OIL Spill" serão apresentados em Caminha
21 Setembro 2020

Apresentação decorrerá a 24 de setembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Os resultados do Exercício Virtual “Oil Spill” que está a decorrer até 25 de setembro, na faixa costeira entre Vigo e Leixões, potenciado pelo Instituto Hidrográfico (IH) da Marinha Portuguesa, em parceria com o Instituto Tecnolóxico para o Control do Medio Mariño da Galiza (INTECMAR) e o Centro Tecnológico del Mar de Vigo (CETMAR), serão apresentados em Caminha , na próxima quinta-feira, dia 24 de setembro, pelas 11H00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.


O exercício “Oil Spill” é uma simulação de um derrame combustível, realizada através de drifters, e tem como objetivo demonstrar a relevância das ferramentas desenvolvidas a partir dos projetos MELOA, RADAR-ON-RAIA e MYCOAST. Através da conjugação das ações dos três projetos, será possível comparar e validar as previsões de deriva dos agentes poluentes.


Os projetos de investigação e desenvolvimento que resultam da ação do IH, em parceria com o INTECMAR e o CETMAR de Vigo são financiados pelos programas INTERREG e POCTEP e contribuem para potenciar as infraestruturas de observação e desenvolvimento de produtos para apoio à comunidade científica e população em geral.


Os projetos MELOA, RADAR-ON-RAIA e MYCOAST, que atuam no norte de Portugal, garantem uma conjugação de esforços que permite integrar o desenvolvimento de meios para observação e disseminação de informação, gerando novos produtos através da experiência dos parceiros envolvidos nos diferentes observatórios oceanográficos costeiros, no arco Atlântico.


Considerando que a zona norte de Portugal e Galiza, dada a forte pressão antropogénica aliada à elevada atividade e tráfego marítimo, são zonas de elevado risco e de potenciais derrames de matérias perigosas é essencial a realização de simulações e exercícios que permitiram acautelar, monitorizar e mitigar riscos de potenciais catástrofes através do desenvolvimento de ferramentas de apoio à decisão.


Este exercício transfronteiriço tem como objetivo operacionalizar esse tipo de ferramentas utilizando vários tipos de boias derivantes lançadas a diferentes distâncias de costa, todas elas isentas à ação do vento de modo a seguirem exclusivamente a corrente superficial local. Estas boias derivantes transmitirão as suas posições em tempo real alimentando os modelos matemáticos de previsão construídos por cima de várias camadas de informação, como por exemplo a batimetria de elevada resolução recolhida pelo IH. O objetivo primário será a comparação da trajetória real com a prevista pelos modelos, e perceber que ajustes devem ser feitos


No final dos projetos será dado acesso às entidades responsáveis por estas ações a estas ferramentas, permitindo uma otimização de meios e recursos, no combate ao agente nocivo, mas principalmente na prevenção permitindo o desenho de diferentes cenários antecipadamente.