Passar para o Conteúdo Principal
Top
Logótipo
  • Facebook
  • Youtube
  • Twitter
  • RSS feed

Promoção do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela com novo impulso

Promoção do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela com novo impulso
03 Agosto 2021

O Executivo reuniu ontem em sessão ordinária tendo aprovado por unanimidade as propostas apresentadas pelo Presidente da Câmara, Miguel Alves, designadamente com vista à promoção do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela e acordo com a Movijovem para implementação e comercialização do Cartão Jovem Municipal, entre outros.
A primeira proposta, Acordo de Cooperação Institucional entre os Municípios do Porto, Maia, Matosinhos, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença e a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal para investigação, promoção e dinamização do Caminho Português da Costa para Santiago de Compostela mereceu assim o consenso de todos os elementos.
O documento define as obrigações dos municípios e da Entidade de Turismo do Porto e Norte de Portugal com vista à investigação, promoção e dinamização do “Caminho Português da Costa” para Santiago de Compostela. Visa ainda a valorização e posterior reconhecimento oficial do Caminho Português da Costa como itinerário de peregrinação; dinamizar o potencial cultural e turístico das peregrinações, fomentando o desenvolvimento económico, social e ambiental nos territórios que atravessa; contribuir para o desenvolvimento de produtos identificados como estratégicos para a região e promover a cooperação intermunicipal, com vista ao desenvolvimento e implementação de um projeto de natureza cultural, ambiental e turística.
Aprovado foi ainda o Acordo entre o Município de Caminha e a Movijovem, Cooperativa De Interesse Público, para implementação e comercialização do Cartão Jovem Municipal, assim como a isenção de pagamento de utilização de equipamentos municipais no dia 12 de agosto – Dia Internacional da Juventude. Para assinalar esta data e tornar este evento mais visível o Município de Caminha vai criar momentos de cariz lúdico, cultural e recreativo, envolvendo os jovens munícipes do nosso concelho.
O Executivo concordou que a Câmara Municipal isente os jovens até aos 35 anos de idade do pagamento de taxas pelo acesso à Torre do Relógio de Caminha, entre os dias 9 e 15, assim como de pagamento de taxas de acesso às Piscinas Municipais (banhos livres), no mesmo período, assim como de pagamento de taxas pela utilização do Ferryboat, ainda nessas datas, caso a embarcação retome as travessias, que se encontram interrompidas devido a problemas na plataforma do lado espanhol.
Igualmente aprovado foi o protocolo entre Câmara Municipal de Caminha e Clube NTG – Natureza, Todo o Terreno e Aventura, que viabiliza a realização do XTREM PORTUGAL CAMINHA, um evento-marca do concelho de Caminha, atraindo todos os anos dezenas de participantes, oriundos de vários países e centenas de espectadores que vêm assistir à prova de trial. Conforme se explica na proposta, “ao longo dos anos, este evento tem vindo a ganhar a sua maturidade, ganhando cada vez mais uma projeção internacional o que se por si leva o nome de ‘Caminha’ pela europa fora. Para além da prática desportiva de uma modalidade menos usual no nosso concelho, esta prova promove a economia local, fomenta e dinamiza o comércio, a hotelaria e a restauração”.
O Executivo aprovou também por unanimidade, a atribuição de um subsídio à Junta de Freguesia de Vilar de Mouros, no montante de 1.500,00€ (mil e quinhentos euros) para apoio na edição do Roteiro Turístico de Vilar de Mouros, que será amanhã apresentado.
Aprovados nos mesmos termos foram também a atribuição de um subsídio ao Atlético Clube de Caminha, no montante de 2.000,00€ (dois mil euros) para apoio na aquisição de equipamentos; ao Sporting Club Caminhense, no montante de 3.000,00€ (três mil euros) para apoio na realização da V edição da Travessia de Remo de Mar, e à Associação de Danças e Cantares da Serra D’Arga, no montante de 8.000,00€ (oito mil euros) para apoio nos transportes escolares.